Walmart, um pioneiro em Realidade Virtual

O Walmart USA é o maior empregador dos Estados Unidos da América, com 1,5 milhões de colaboradores. Por conta disso, podemos afirmar que quaisquer desafios que tenham, são colossais. Agora imagine a operação de guerra que deve ser o departamento de pessoas dessa empresa, com seus processos de contratação, avaliação, treinamento e todas as demais funções que cabem a um RH. Todas as suas atividades precisam ser escaláveis.


É neste cenário de desafios superlativos que o Walmart vem se tornando o grande pioneiro na aplicação de realidade virtual para processos seletivos, validação de promoções e capacitação cultural e operacional. Faz 3 anos que o varejista vem evoluindo na aplicação da tecnologia imersiva em seu processo de aprimoramento na gestão de pessoas.


Somente em 2018, a gigante norte-americana adquiriu 17.000 unidades de headsets de realidade virtual com o objetivo de distribuir 4 aparelhos para cada uma de suas 4.600 lojas espalhadas pelos país. O modelo escolhido foi o Óculus Go, da empresa Óculus, pertencente ao Facebook. Trata-se do device que tem representado uma importante penetração de mercado de RV no mundo. Stand-alone, o Óculus Go permite inserir aplicativos e treinamentos sob medida com uma experiência bastante agradável com relação à qualidade de processamento, imagem, som e movimento (3DoF - 3 graus de liberdade).


Segundo o Walmart, desde o início das primeiras experiências com a RV, já foram realizados mais de 1.2 milhões de treinamentos em toda a rede. São 40 módulos que abordam temas como capacitação operacional, manuseio de equipamentos, gestão de loja e qualidade, atendimento a cliente, além de soft skills, com destaque para a gestão de situações críticas como a Black Friday. Isto é, os colaboradores são preparados para saber administrar, se posicionar e agir frente a situações adversas, reduzindo riscos para a empresa e o próprio colaborador, sempre em busca da melhor experiência para o cliente.


Realidade Virtual | checklists e testes para aprimorar o olhar crítico

De acordo com uma pesquisa da Capterra , cerca de 33% das pequenas e médias empresas dos EUA devem usar a realidade virtual no treinamento de funcionários até 2021, com projeções que levam as equipes a um aumento de produtividade de 50%, se comparado aos métodos tradicionais de capacitação.



Este movimento de adoção por parte das empresas é um reflexo dos benefícios que a realidade virtual promove. Quem já utilizou a tecnologia sabe que "gerar empatia" é uma de suas grandes características. O fato de vivenciar e estar "no lugar do outro" sensibiliza o usuário. Naturalmente, a condição de "novidade", fortalece o engajamento e derruba barreiras. A fácil atualização, utilização, distribuição de conteúdo e gestão remota, são fatores que seduzem qualquer empresa que tenha uma grande estrutura pulverizada de colaboradores.


Os benefícios são bastante claros. E, pelo visto, com o envolvimento e o ritmo de investimento da varejista nessa frente, o retorno também. Não são raros os casos de redução de custos e riscos, além do aumento de produtividade e engajamento que empresas tem obtido com as realidades imersivas.


E a sua empresa? Já começou a explorar esta nova realidade?



Cristian Gallegos é Sócio-Fundador da Mítika Immersive Tech Brasil.


Este artigo foi criado a partir de curadoria de matérias publicadas na FastCompany, USAToday, WashingtonPost, MIT, ZDNet e Forbes.

© 2019 - 2020 by Mítika Immersive Tech Brasil

Telefone: (11) 3042.2992 - contato@mitika.com.br

WhatsApp-icone.png
  • WhatsApp-icone
  • Branca Ícone LinkedIn
  • White Facebook Icon
  • Notícias